Rua Groenlândia, 538 - Jardim América, São Paulo - SP
Tel: (011) 3051.8442

Blog

Transtorno Orgásmico

15 de julho de 2021
transtorno orgásmico

O que causa o desejo sexual

Antes de tudo, como dito em post anterior: a resposta sexual feminina, diferentemente dos homens, onde o desejo se desperta simplesmente pelo estímulo visual, é complexa e envolve inúmeros fatores e estímulos.

A sexualidade e a função sexual nas mulheres, no entanto, seguem uma trajetória circular em que estímulos emocionais e de relacionamento desempenham um papel fundamental, e o desejo sexual intrínseco desempenha um papel muito menor.

O que é orgasmo

O orgasmo é um reflexo e, portanto, pode ser incentivado e deve ser aprendido.

O estímulo sexual que leva ao orgasmo pode ser:

  •  Clitoriano.
  •  Vaginal.
  •  Mamilar ou anal.

Algumas pacientes dizem anorgásmicas, ou seja, incapazes de ter orgasmos, mas, no decorrer das pesquisas, referem intensas respostas orgásmicas com autoerotismo.

A anorgasmia feminina consiste na falta da sensação orgásmica na relação sexual.

Como identificar o transtorno orgásmico

Para identificar se a paciente tem disfunção é necessário esclarecer que não há distinção fisiológica entre o orgasmo clitoriano e o vaginal.

Orientar a paciente quanto a esse dado é de suma importância, pois uma parcela significativa das pacientes que referem ter anorgasmia relata chegar ao orgasmo com estimulação clitoriana, mas não com penetração.

Tratamento de transtorno orgásmico

Tendo diagnosticado essa disfunção, o tratamento deve incluir psicoterapia, tendo em vista que numerosos fatores emocionais são associados à anorgasmia feminina, incluindo expectativas culturais e restrições sociais relevantes para as mulheres.

Para as pacientes com anorgasmia, deve-se incluir o treino de auto estimulação no tratamento, juntamente com técnicas de aumento do grau de excitação, incluindo o uso de vibradores e estimuladores vaginais.

Tendo em vista a importância da atitude do parceiro para o desfecho do tratamento, a terapia de casal também é indicada, para ajudar a identificar os fatores que inibem a resposta sexual, bem como para lidar com a sensação de incapacidade que atinge o homem quando sua parceira não consegue chegar ao orgasmo.

A hormonioterapia, principalmente com testosterona, pode promover a capacidade orgásmica.

Por hoje é só meninas, espero que esse post te ajude a solucionar dúvidas.

Veja assim:
>>> Quais são os sintomas do período fértil?
>>> Saiba sobre climatério

Me siga  também no Instagram:
https://www.instagram.com/dra.baracat/